Quando a cidade que dá nome ao concelho fica a muitos quilómetros de distância, é na terra-mãe que os habitantes de rostos enrugados e mãos calejadas plantam as sementes e criam os animais que acabam nas suas mesas.

Continue reading “Longe da vista, longe do coração”